Toda a equipa está imunizada?

22/09/2021 | Maria Vieira | ! Todos os Recursos

Neste momento, não só as equipas de farmácia, como quase 85% da população portuguesa está imunizada para a Covid19, o que pode significar uma certa tranquilidade antes de chegar o tempo frio. E em breve, estaremos a vacinar para a gripe e a esperar ardentemente que o inverno de 2021 seja em tudo diferente ao de 2020.
Mas hoje o assunto é outro tipo de imunidade, bem mais desafiante de conseguir dentro da equipa.

Imunidade à desmotivação

Não há vacina para a desmotivação, mas existe um conjunto de suplementos e formas de estar que podem condicionar e muito a resistência à motivação.
Estes últimos 18 meses foram demasiado desafiantes em todos os sentidos. No que respeita à motivação da equipa, foi um duro desafio de resistência e resiliência.
Obrigou-nos a estarmos mais unidos que nunca, a encontrar novas formas de desafiar as equipas.
E muitas destas maneiras podem manter-se. Reuniões mais frequentes via zoom ou presenciais, pequenos momentos de equipa, festejar e celebrar as pequenas conquistas, motivar os colaboradores a estarem mais atentos a determinados processos na farmácia, desafiar o estabelecido e repensar novas maneiras de chegar aos clientes.
A motivação das equipas sempre foi desafiante, mas nunca tanto como no contexto que vivemos, por isso, é importante estar sempre a criar momentos para de alguma forma manter o espírito positivo da equipa, como se estivéssemos a dar diferentes inoculações.

Imunidade ao desejo de crescimento

Mesmo em condições difíceis, temos de acreditar no crescimento.
Se a motivação tem de existir, o desafio para crescer não é menos importante. As equipas têm de estar imunizadas contra a falta de dinâmica e de motivação.
As estratégias de crescimento têm de estar sempre presentes, principalmente agora, discutidas em equipa e pensadas de forma constante.
O marasmo e o baixar os braços não podem existir. Temos de pensar o que funcionou em 2021 para chamar clientes à farmácia e acima de tudo em 2022, procurar estratégias vencedoras e experimentar.
Melhorar a presença nas redes sociais e apostar no Instagram ou noutras áreas menos exploradas, equacionar um site com carrinho de compras, pensar na preparação individualizada da medicação e procurar criar mais parcerias.

Imunidade à baixa rentabilidade

Algumas farmácias estão a conseguir aumentar a faturação face a 2020, outras lutam com mais dificuldades, mas a rentabilidade é e será sempre um ponto fundamental no sucesso de qualquer empresa.
E a rentabilidade significa que estamos a comprar melhor e a vender melhor, ou a conseguir verter a rentabilidade e boas condições na compra para uma boa venda junto da comunidade.
Isso significa que no seu todo, as apostas estão a ser mais criteriosas, que se entende que as compras devem estar adequadas às realidades e a uma gestão eficaz de categorias.
Em paralelo, também existe comunicação com a equipa no que respeita aos produtos de aposta. Isso permite que não só entendam o que deve ser vendido, em termos de genéricos de aposta ou outros, como de que forma podem conseguir vendas cruzadas que aumentem a faturação e a margem na farmácia.
E mesmo que algumas das tentativas de venda sejam frustrantes, têm de ser fomentadas e treinadas, partilhando-se as mais valias e as melhores estratégias entre todos.
As mudanças, mais ou menos impactantes, serão sempre uma constante na nossa vida e a forma como lidamos com as mesmas fará sempre toda a diferença. Quando a equipa está unida, lida de outra forma com estes desafios.
Por isso, os reforços de imunidade para conseguirmos atravessar estes tempos mais difíceis serão sempre bem-vindos.

Não existem comentários.

Deixe a sua mensagem

(não será publicado)

Formações

MAIS FORMAÇÕES