A sua Farmácia está imune?

04/10/2022 | Anabela Conde | ! Todos os Recursos

Eis que chega a altura do ano que é um autêntico virote por causa da vacina da gripe e do aconselhamento em torno do reforço da imunidade.
Já que andamos tão preocupados com as reservas, com ter a quantidade de vacinas adequada e com o conseguir cumprir o horário das marcações estabelecidas, estaremos igualmente preocupados em prevenirmo-nos e prepararmo-nos internamente?!
Estar no melhor de nós é importante, e como queremos resultados diferenciadores na Farmácia, não podemos correr riscos de não ter toda a gente a 100%. Só que aqui a vacina é outra!

#1. Compromisso

“Eu motivo-ME!” – Enquanto cada um dos rostos da Farmácia não espelhar esta afirmação, o compromisso pode ser melhorado…
Quando foi a última reunião interna que realizaram? A última promoção ou responsabilização por um novo projeto / função? Quando é que celebrou a última conquista de alguém no grupo de trabalho?
Já retomou a Avaliação de Desempenho depois da Pandemia? Se os prémios ajudam a reforçar a motivação, a verdade é que não são tudo… Porque é que nos confinamos a que o prémio tenha de ser monetário? Onde paira a nossa criatividade?
Envolver e Desafiar são palavras de ordem nos nossos dias. E trabalhar por objetivos é imperativo, para que haja um nível de compromisso adequado em cada um.
Se eu não souber o que é esperado de mim, não me sinto envolvido o suficiente para me interrogar com o “como é que vou superar-me para lá chegar?” ou com “o que é que de bom isso vai impactar em mim?”. Estas são as bases da motivação intrínseca…

#2. Liderança

Já ninguém se motiva se não se sentir verdadeiramente inspirado com os exemplos que tem à volta. A liderança pelo exemplo é igualmente um pilar de congruência fundamental.
Enquanto DT ou Gestor, contagia com a sua garra, com a sua energia e determinação, com a sua atuação? Fácil não é, mas tem de ser possível para conseguirmos ir mais longe…
Há que desenvolver as suas competências de gestão, identificar e partilhar as estratégias com a Equipa e procurar focar-se mais em cada colaborador, ajudando individualmente a crescer.
Uma vez atribuídas responsabilidades e estabelecidos determinados objetivos, há que encorajar sistematicamente a correr na direção certa para que se tornem possíveis. E aqui o coaching individual assume um papel fundamental.
A sua Equipa não é diferente da das outras Farmácias!
Pode estar desalinhada em certos aspetos, mas tudo se trabalha quando temos as situações identificadas e existe a humildade e a resiliência de querer fazer diferente, de querer aprender a fazer melhor…
Sempre que há problemas, há que resolvê-los, antes que fiquem maiores.

#3. Aprendizagem

E por falar em aprender…

Também a Equipa tem de ganhar competências diferenciadoras, para além das competências técnicas e científicas imprescindíveis a um aconselhamento adequado.
Hoje a vertente comportamental é determinante e as soft skills da Equipa fazem toda a diferença no dia a dia da Farmácia, do ponto de vista interno ao funcionamento da Equipa, e de como servimos o Cliente.
Saber Fazer é importante, mas Saber Ser e Saber Estar são imprescindíveis à Excelência que queremos ver na Farmácia.
Nesse sentido, as competências em comunicação e influência, linguagem corporal, leitura do perfil comportamental do cliente, técnicas avançadas de venda, e até no digital são fundamentais para se chegar a outro patamar operacional … e de resultados!
Formar adequada e continuamente a Equipa é a escolha certa para desenvolvermos as Competências Pessoais e potenciarmos os talentos na Farmácia.

#4. Valor para o Cliente

Sem fortes competências em toda a Equipa não geramos valor.
E é o valor para o Cliente que nos diferencia… é esse Valor que está seguramente na base do Propósito da Farmácia!
Continuamos a perseguir um Atendimento de Excelência, que enderece as necessidades iniciais do cliente e as que surgirem durante a interação, que permita criar em conjunto uma solução completa, necessariamente alinhada com os objetivos da Farmácia.
Quanto mais soubermos servir, maior será o valor que passamos! Servir é estar focado no Cliente, termos a capacidade de nos colocarmos no seu lugar, escutar ativamente, ter igual disponibilidade para o Cliente das 9h00 ou das 20h00 (ou mais), resolver e procurar sempre exceder expetativas.
Vamos potenciar estas 4 dimensões?

Não existem comentários.

Deixe a sua mensagem

(não será publicado)

Formações

MAIS FORMAÇÕES